Respeito Sim! Tolerância Não!

Neste lugar estão aqueles que não aceitam a tolerância em quaisquer tipos de escolhas, de opções, de sexualidade, de religiosidade, de naturezas.

Este é o movimento dos “basta!”, “chega!” e “não!”.

Basta de falsa paz, de falsa aceitação. Basta de hipocrisia e de medo.

Chega de falsidade, de olhares tortos. Chega de querer que todos tenham as mesmas escolhas e os mesmos caminhos.

Não à convivência forçada, não ao moralismo pobre. Não ao individualismo e ao preconceito.

Aqui estão os que rejeitam a tolerância, pois ela é o limite da coexistência. É o fósforo próximo à pólvora. O punho cerrado frente às diferenças.

Por isso, não queremos ser tolerados.

Exigimos RESPEITO.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Para refletir...

Para refletir...

É, no mínimo, revoltante, a atitude tomada pelo deputado carioca Edson Albertassi (PSB), que pretende apresentar um projeto de lei que revogam as leis que declaram a Umbanda, o Candomblé e os dias de Yemanjá, Yansã, Nanã e Oxum como patrimônio imaterial do Estado do Rio de Janeiro.

O deputado alega que estas leis ferem a Constituição Federal e teme que a manifestação eloqüente dos pregadores pentecostais, testemunhos de ex-macumbeiros e cultos de libertação possam ser atingidos, reitera ainda que precisam ser revistos os conceitos de cultura e religião, pois sob o viés de “cultura, algumas religiões vêm sendo beneficiadas pelo poder público em detrimento das outras". Segundo Albertassi, “foi assim que muitas leis beneficiando a Umbanda foram aprovadas na Assembleia Legislativa pelo seu colega deputado Átila Nunes. Não se trata de nada pessoal contra ele, mas sim contra a Umbanda e o Candomblé, que não podem se igualar aos evangélicos, estes sim, verdadeiros religiosos que não se baseiam em vodus e manifestações questionáveis." Reconhece o trabalho de décadas "do deputado estadual Átila Nunes em defesa de sua seita, mas existe um limite nas suas ações de reconhecimento e na busca de igualdade de tratamento da Umbanda e do Candomblé com as religiões cristãs".

Até quando poderemos tolerar questões desta natureza? Até quando ficaremos ficar a mercê de pessoas que insistem em não respeitarem a diversidade? Até quando carregaremos o estigma de demonizados, apenas por termos uma forma de culto que se diferencia da preestabelecida pela sociedade dominante?

Creio que é chegada a hora de virarmos definitivamente esta página que tanto nos fere e nos coloca em uma situação de marginalidade. É hora de fazermos valer nosso grito preso desde os tempos que nossos ancestrais aqui chegaram, e, por aqueles que, muitas vezes, deram sua vida pela graça do que acreditavam. Não queremos ser tolerados, tampouco contemplados com favores, não queremos a indulgência. Queremos legitimidade.

Portanto, é momento de fazermos valer nosso direito, que é garantido pela nossa Carta Magna, e através do voto conseguir eleger representantes engajados. Alguém, que seja mais uma firme voz, fazendo eco a nossa existência, para que juntos possamos, de fato e de direito reconhecer: - sou Afro-Umbandista sim!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Pai Renato de Oxum


Em Santa Maria Pedro de Oxum foi recebido na casa de Pai Renato de Oxum.

Agradecemos a generosa recepção e o apoio incondicional.


sábado, 28 de agosto de 2010

Festa de Exu de Pai Ricardo de Yemanjá e Pai Maicon de Oxalá


No dia 21 de agosto, Pedro de Oxum esteve na obrigação de Exu de Pai Ricardo e Pai Maicon na cidade de Santa Maria. Pessoas como Pai Maicon e Pai Ricardo dignificam nossa religião, e são valiosos apoiadores de Pedro de Oxum.

Na batalha diária pela liberdade religiosa e respeito à diversidade, Pedro de Oxum encontrou importantíssimos apoiadores, como Pai Maicon e Pai Ricardo.

A religião agradece aos babalorixás que tanto tem feito pela divulgação e conscientização por respeito à nossa cultura afro-brasileira.

Axé!


terça-feira, 24 de agosto de 2010

Visitação em Guaíba - Casa de Pai Roni e Pai Ricardo


Em visita a cidade de Guaíba, Pedro de Oxum foi recebido na casa de umbanda dirigida por Pai Roni e Pai Ricardo.

Expondo a necessidade de representação da religião, Pedro de Oxum foi apoiado veementemente pelos dirigentes.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Mãe Glória do Cacique Pena Branca


Mãe Glória do Cacique Pena Branca é uma incentivadora do movimento Liberdade Religiosa. Porque reconhece neste, o respeito à diversidade de crenças e a preocupação com o futuro das religiões afro-brasileiras. "É preciso nutrir o respeito e o desejo de ser respeitado dentro do coração de todos os adeptos das religiões afro-brasileiras". Diz a sacerdote.


Para o movimento, o apoio de pessoas como Mãe Glória dignifica nosso trabalho, e prova que é possível criarmos a cultura do respeito na sociedade em que vivemos.

Pai Bila da Cigana


Pedro de Oxum e o movimento Liberdade Religiosa prestigiaram a obrigação de exú de Pai Bila da Cigana. O sacerdote parou o tambor para Pedro de Oxum proferir algumas palavras. Palavras estas de enaltecimento à cultura afro-umbandista.

A equipe do movimento Liberdade Religiosa agredece a atenção e acolhida dispensados à ao movimento e para com a religião.

http://picasaweb.google.com.br/112934322920992158804/PaiBilaDaCigana#

Obrigação na Mãe Cris de Oxum


Mãe Cris de Oxum é uma grande apoiadora do Respeito à Liberdade Religiosa. Com todos os anos dedicados a religião Mãe Cris reconhece a necessidade de representantes legítimos nos fóruns políticos. "Nossa religião é tão bonita e acolhe uma rica diversidade que deve ser representada e principalmente respeitada" destaca Mãe Cris.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Visita à Associação de Umbanda na cidade de Guaíba


Pedro de Oxum visitou a Associação de Umbanda Seara da Verdade Eterna Aldeia de Ogum e Oxum na cidade de Guaíba. Onde pode constatar o lindo trabalho que a associação desenvolve na região.

A referida entidade promove evangelização umbandista à comunidade, além dos estudos de valorização a vida e a natureza.

Um belo exemplo de que se pode fazer muito ainda pela religião, e que se pode fazer muito com pouco.


segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Gira de Exu de Mãe Ana de Xangô


Mãe Ana de Xangô é uma valorosa apoiadora de Pedro de Oxum, pela Liberdade Religiosa.

Agradecemos o carinho e apoio.

Para visualizar o álbum completo, clique no link a seguir:

Visita à Mãe Rosa de Yemanjá


Em visita, na gira de exu de Mãe Rosa de Yemanjá, Pedro de Oxum recebeu o apoio declarado de Mãe Rosa e sua comunidade.

A Liberdade Religiosa agradece.

Pai Pauletti de Oxum


Visita a obrigação na casa de Pai Pauletti de Oxum, importante figura apoiadora de Pedro de Oxum pela Liberdade Religiosa.

http://picasaweb.google.com.br/112934322920992158804/PaiPaulettiDeOxum#

domingo, 1 de agosto de 2010

Gostei Publiquei !!

terça-feira, 13 de julho de 2010

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Pai Sandro de Bará


Para visualizar as fotos do álbum, clique no link:

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Mãe Monique de Oxum e Bombo Gira Maria Mulambé

Para visualizar as fotos do álbum, clique no link abaixo:

http://picasaweb.google.com.br/112934322920992158804

Pai Jeferson de Oxalá





http://picasaweb.google.com.br/112934322920992158804

Pai Didi de Xangô

Emocionado ao falar da necessidade de uma representação legítima para nossa religião, Pai Didi declarou seu apoio a caminhada política do movimento Liberdade Religiosa na figura de Pedro de Oxum.
http://picasaweb.google.com.br/112934322920992158804

Mãe Cristina de Oxalá




http://picasaweb.google.com.br/112934322920992158804

Pai Maguila de Bará


Para visualizar as fotos do álbum, clique no link abaixo:

Pai Carlos de Xangô



http://picasaweb.google.com.br/112934322920992158804

Mãe Marisa de Oyá - Osório

Para visualizar as fotos do álbum, clique no link abaixo:

http://picasaweb.google.com.br/112934322920992158804

Mãe Vera de Oxum Olobá


segunda-feira, 28 de junho de 2010

Mãe Neusa de Lodê


Na casa de Mãe Neusa de Lodê Pedro de Oxum conversou com os irmãos africanistas e expôs a necessidade de representação da nossa religião. Precisamos de representatividade nos fóruns de discussões, para que não venhamos a sofrer novamente os mesmos tipos de perseguições que nossos antepassados sofreram.
Somamos um grande número de adeptos às religiões afro-umbandistas, mas se permanecermos a mercê das decisões políticas que se encontram centradas nas mãos de poucos, que desconhecem ou repudiam nossa Fé, estamos deixando à vontade deles e criação e manutenção das leis que, um dia, ao invés de nos proteger podem vir a nos atacar.
Agradecemos o apoio e carinho da casa de Mãe Neusa

Mãe Karen de Oxalá


Um final de semana corrido, com muitas obrigações, muitos irmãos tocando para seus orixás. Mesmo assim, o movimento Liberdade Religiosa não deixou de prestigiar os irmãos. Assim, estivemos também na casa de Mãe Karen de Oxalá no município de Viamão. Onde fomos recebidos de maneira tão acolhedoura por Mãe Karen e sua gôa.

Pai Ricardo de Oxum


Pai Ricardo de Oxum esteve de obrigação e o movimento Liberdade Religiosa marcou presença na casa de Pai Ricardo.
Agradecemos o carinho com que fomos recebidos e desejamos à todos um bom Axé.

Mãe Marly de Oyá




Pedro de Oxum esteve presente na festa de Exu oferecida por Mãe Marly de Oyá. Agradecemos a acolhida em tão bela recepção.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Entrega de agasalhos na SPAAN


Nas religiões africanistas os mais velhos são muito importantes. Nutre-se um respeito imenso aos mais velhos, pois são estes detentores de maior conhecimento pelos anos vividos. De todas suas vivências, de todos os caminhos percorridos, acumulam sabedoria para guiar os passos daqueles que ainda tem muito a percorrer. Por isso, dentro das casas de religião, se aprende desde cedo a respeitar os mais velhos. É com respeito e carinho que reconhecemos a história destas pessoas que conhecem mais que nós.


Dentro desta perspectiva de reconhecimento aos que vieram antes de nós, Pedro de Oxum, Babalorixá do culto africanista e o Ilê Oxum Docô realizaram a campanha do agasalho 2010. A partir desta iniciativa foram recolhidas mais de duzentas peças de roupa, as quais foram doadas à Sociedade Porto-Alegrense de Auxílio aos Necessitados (SPAAN), um lar que acolhe idosos carentes em Porto Alegre e está sempre precisando de ajuda.


A entrega das doações foi feita pelo próprio Babalorixá, num ato de carinho e respeito para com os idosos de nossa terra. A ocasião foi repleta de emoções, Pedro se emocionou ao constatar que tantos idosos se encontrem esquecidos, abandonados pelas famílias, e necessitam de tão pouco para se alegrarem. E é esta situação de abandono que queremos evitar, ensinando aos mais jovens o valor que tem nossos idosos.


Mostrar que os veteranos tem muito a ensinar, não só por conhecerem a história mas também por fazerem parte dela.


quinta-feira, 17 de junho de 2010

Liberdade religiosa , registra momentos de beleza, fé e religiosidade.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

video

Dia 13 de junho de 2010, obrigação religiosa na

Casa de Pai Paulinho de Xoroquê, que apóia a causa da Liberdade Religiosa.

A acolhida em Capão da Canoa


Em Capão da Canoa o movimento Liberdade Religiosa foi recebido na casa de Mãe Nóris de Ogum. A casa esteve repleta de irmãos de fé, onde se percebia a esperança no olhar de cada irmão. A esperança de poder cultuar seus guias e orixás com tranquilidade, com a dignidade que nos é garantida pela constituição, mas que nem sempre é respeitada de fato.

Nossa caminhada é árdua e pesarosa, mas mesmo assim, não desanimamos. Não nos daremos por vencidos enquanto a Liberdade Religiosa não for verdadeiramente respeitada.

Com o apoio de todos os irmãos, vamos conseguir chegar ao final desta batalha social, em que o maior prêmio não será nosso, e sim dos nossos Guias e Orixás. Garantindo à eles o direito de serem cultuados como deve ser, com o amor daqueles que os cultuam e o respeito daqueles que os desconhecem.

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Litoral pela Liberdade Religiosa




O feriado foi especialmente proveitoso para a equipe do movimento Liberdade Religiosa. Munidos de muita garra e fé, o movimento foi até o litoral visitar as casas de religião de Tramandaí, Capão da Canoa, Imbé e Nova Tramandaí, onde fomos abraçados por uma forte energia que liga todos os irmãos de fé.

Pedro de Oxum agradece o convite dos irmãos e o carinho com que foi recebido.


http://picasaweb.google.com/109622596678444826861/Litoral##

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Nova Petrópolis e a liberdade religiosa



Na incessante luta por respeito a nossa religião, o movimento Liberdade Religiosa subiu a serra gaúcha e foi até Nova Petrópolis. Imbuídos do desejo de liberdade e respeito, os irmãos da Tenda Ogum Xoroquê receberam Pedro de Oxum Docô e a equipe do movimento com muito carinho.


Durante a palestra Pedro relembrou a Primeira e Segunda Guerra Mundial que levaram a migração dos alemães para a região, conflitos europeus impulsionados pela intolerância e desrespeito à diversidade cultural. O que não difere daquilo que vem se apresentando, de maneira cada vez mais incisiva, contra as manifestações de fé afro-brasileira.


Na ocasião Pedro de Oxum foi homenageado com uma belíssima placa de reconhecimento por toda sua dedicação à religião afro-brasileira. "precisamos realmente de alguém que se dedique a lutar em favor de nossa religião", destacou Pai Carlos, dirigente da Tenda, ao se declarar apoiador de Pedro de Oxum em sua luta em prol da Liberdade Religiosa. O apoio que o movimento vem recebendo, de maneira significativa, das casas visitadas é de grande importância para que a nossa causa seja levada a diante. Agradecemos a todos que vem nos apoiando.




http://picasaweb.google.com/109622596678444826861

terça-feira, 1 de junho de 2010

Liberdade Religiosa - Na Estrada

Estamos na estrada indo para Nova Petrópolis em uma reunião sobre a nossa causa! No carro Pedro de Oxum Docô, Nenê de Oxum Docô, Cesinha de Oxalá e eu. Estamos conversando os problemas que estão na nossa volta. Hoje uma irmã nossa, nos relatou que em uma das mesas do Mercado Público de Porto Alegre, um casal conversava: "então você acha que devo atacar os batuqueiros por essa linha da vigilância sanitária?". Poi´s é pessoal, o cerco está apertando. Não vamos ficar parados.

Aos irmãos de Alvorada


Pedro de Oxum agradece a acolhida e o imenso carinho com que foi recebido na cidade de Alvorada no dia trinta e um de maio. Ele foirecebido na casa de Mãe Mágda de Oyá,onde trou-se de Liberdade Religiosa, um tema que vem sendo discutido nas comunidades de religião e que Pedro defende há muito tempo, "durante um longo período nossa religião vem sendo ocultada, está na hora de deixarmos de fazer a religião em silêncio e de nos escondermos".

Casa de Pai Rogério do Cigano



Na casa de Pai Rogério do Cigano, Pedro de Oxum foi recebido com uma belíssima gira de ciganos. Pai Pedro agradece a oportunidade de estar entre os irmãos de fé de Alvorada.

Na casa de pai Dirceu de Ogum, o babalorixá africanista Pedro de Oxum Docô ouviu as necessidades que vem se apresentando ao povo de religião da cidade de Alvorada. Pedro agradece o apoio e a hospitalidade de Pai Dirceu.





Na noite de trinta e um de maio Pedro de Oxum visitou também a casa de Mãe Mariazinha e Pai Dirceu da cidade de Alvorada, onde teve a oportunidade de debater mais uma vez o tema Liberdade Religiosa. Pai Pedro agradece à todos os irmãos que estiveram presentes.

http://picasaweb.google.com/109622596678444826861


segunda-feira, 31 de maio de 2010

Palestra sobre liberdade religiosa mobiliza Lomba do Pinheiro



. Na noite de 28 de maio de 2010, a população afro-umbandista da região leste de Porto Alegre, reuniu-se na casa de Mãe Eva de Oxum na Lomba do Pinheiro para asssistir a palesra "Liberdade Religiosa" com Pedro de Oxum Docô. Mais uma vez o povo de fé mostrou sua grande capacidade de organização, e que pode sim haver uma significativa mobilização em defesa de liberdade para professar sua religião.


. Na ocasião, foi possível constatar a presença de mais de sessenta pessoas no Ylê de Mãe Eva, todos movidos pelo mesmo desejo, o de lutar por liberdade e respeito à sua fé. Em sua apresentação, Pai Pedro falou sobre a necessidade de representação da religiosidade e da cultura afro-umbandistas, tendo em vista as perseguições que vem sofrendo por parte de diferentes setores da sociedade. Agredida às vezes abertamente em programas de rádio e TV, e em outros casos, de maneira velada, é atacada por manobras políticas que se apresentam na forma de leis, leis estas que objetivam apenas coibir a liberdade religiosa e o funcionamento das casas. A religião não deve sofrer estes ataques calada, aguardando a próxima investida.


. Ao frisar a importância da representação para os setores da sociedade, Pedro citou os movimentos sindicais que, somente a partir da sua mobilização, conquistaram o respeito às suas reivindicações, bem como melhores condições de trabalho. E disse mais: " o povo de religião também tem a mesma capacidade de se organizar e lutar por uma representatividade legítima que proteja a religião afro-umbandista".


. Emocionado, o babalorixá lembrou que toda ação tomada em prol da religião não se refere apenas à congregação de ritos, mas aos Orixás, aos Guias ou aos Exus, que são cultuados nas casas e nos corações daqueles que são filiados ou simpatizantes às religiões afro-umbandistas. Bem orientada a sociedade religiosa tem condições favoráveis por sua numerosidade e capacidade de organização. Desta forma, lembramos a todos que a consciência social e religiosa precisa ser despertada em cada um de nós, para então lutarmos pelo direito de cultuar com liberdade nossos Santos, Orixás e Guias espirituais.


http://picasaweb.google.com/109622596678444826861


Mãe Dulce de Oxum de Rio Grande, abre sua casa para palestras com Pedro de Oxum.


Pai Sandro do Bará Pelotas


Pai Sandro do Bará de Pelotas, recebe Pedro de Oxum e o assunto é Liberdade Religiosa.

Visualize as fotos..
http://picasaweb.google.com/109622596678444826861

Pai Pedro de Oxum Panda Recebe Pedro de Oxum


Pedro de Oxum Panda da Cidade de Rio Grande apoia Pedro de Oxum Docô.

Conversa sobre Liberdade Religiosa.
Acompanhe todas as fotos..

Agradecimento aos irmãos de: Rio Grande e Pelotas


Este fim de semana que passou dia 29 e 30 de Maio de 2010, estivemos na Cidades de Rio Grande e Pelotas.

Agradecemos a colhida das pessoas que participaram das reuniões realizadas nestas cidades. Obrigado.
Para visualizar as fotos das reuniões ...


quinta-feira, 27 de maio de 2010

Respeito a Diversidade

É muito difícil começar a falar sobre diversidade, porque parece um tema tão óbvio se levarmos em conta toda a mistura de etnias, gêneros e credos que dá forma a sociedade em que vivemos. Sociedade esta que é resultado de muitos anos de comunhão entre sujeitos das mais distintas procedências. Somos fruto da própria diversidade que reina sobre os humanos desde a criação do Homem.
Mas o que essa diversidade tem a ver com você?
Tudo. Pois, você também é a fusão de muitas culturas. Traz em si a pluralidade de crenças, de desejos e de escolhas. Cada um de nós é um sujeito multicultural. E liberdade é fundamental para que continue existindo essa riqueza de diversidade que figura com frequência em estudos científicos, em grupos de discussões e evidencia um conhecimento complexo e simples, ao mesmo tempo, de maneira sadia e respeitosa. E esta compreensão merece ser expressa também nos fóruns religiosos que nosso país abriga. Ou em outras palavras: A diversidade deve ser respeitada, acima de tudo.
O gênero humano se faz belo por sua capacidade de adaptação e de comungar diferentes espaços. Mas, para que nossa história continue, é preciso que cada um se reconheça como sujeito multicultural, com um papel na diversidade e pela diversidade. E, em síntese, respeito é tudo que queremos.
O respeito pela liberdade religiosa é um direito, sagrado e universal, mas, se não nos articularmos agora na busca do respeito à nossa religião, amanhã pode ser tarde demais. Podemos perder o direito a professar nossa fé, se nada for feito. E acabar como em tantos lugares onde trocaram o debate pacífico e organizado pelo embate armado nas ruas. Não queremos e não aceitaremos que chegue a este ponto. Por esta razão, defendemos a legitimidade de nossa representação.
Chega de tolerância, exigimos respeito. Respeito à nossa fé, a nossa religião. Enfim, respeito à diversidade.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Deputado Átila Nunes X Evangélico



Palmas para o Deputado Átila Nunes do DEM do Rio de Janeiro!!!